terça-feira, 30 de junho de 2009

Como fazer homens melhores...

Eu acho.. Que todos os homens deveriam ser treinados desde pequenos por suas mães para serem seres mais esclarecidos, independentes e intelectualmente capazes... Explicando:

Você pode culpar a doce criatura da sua sogra, pois seu marido/namorado/amante é incapaz de cozinhar, não sabe operar uma máquina simples como a lavadora, normalmente o aspirador de pó é algo totalmente desconhecido (já ouviu falar, mas não tem idéia para que serve) e mesmo assim ele se acha a oitava maravilha do mundo e o último biscoito do pacote. Afinal a sua sogra aquele ser privilegiado – instilou na cabecinha ainda jovem e despreparada: você é o máximo, o mais lindo, o mais inteligente e que nenhuma mulher é boa o bastante para você... bem sabemos...deixa que a mamãe cuida para você: das suas roupas, do seu quarto, bla bla bla

Com este índice de aprovação, por que ele faria qualquer esforço para melhorar, aprender ou evoluir???

Quanto ao marido pouco podemos fazer, pois tenho a impressão de que as pessoas não mudam, lamento informar as esperançosas de plantão – casos comprovados devem ser reportados para fins científicos e proporcionar alento à aquelas que aguardam sinal divino....

Entretanto, aquelas de nós que tem filhinhos podem tentar fazer a diferença: eduque seu bebê para ser o homem do futuro: ensine-o a cozinhar, limpar o que sujou, guardar o que espalhou, levantar a tampa do vaso, ser ecologicamente consciente, espiritualmente aberto, a não ter preconceitos e aceitar a diversidade – pense que ser humano maravilhoso ele vai ser quando crescer... e claro, tente reduzir a interferência do seu marido pois ele pode querer ensinar o seu filho a ser homem de verdade e colocar na cabeça do filhote pérolas do tipo: tem que torcer pelo Timão... filho meu tem que ser macho e pegar todas as menininhas, que homem não chora e outras bobagens que já ouvimos na boca de tantos homens – menos meninos!!!

Claro que existem homens maravilhosos, cujas mães são verdadeiras santas, que já incorporaram muitos destes conceitos, mas lamentavelmente são a minoria histórica e só servem para provar pela exceção – boa sorte para tentar achar um exemplar...

Um comentário:

  1. como homem, só tenho um comentário: TOUCHÉ!

    hehehehe

    excelente!!!!!!

    ResponderExcluir